Pular para o conteúdo principal

Notícia:Plugin da Microsoft para Firefox deixa navegador aberto para ataques!

Notícia veiculada em 16-10-2009 pelo Tecnoblog.

Mais uma sobre a "guerra" dos navegadores de internet. Esta matéria demonstra bem toda a disputa envolvida na busca do mercado:
Em fevereiro deste ano, a Microsoft liberou o service pack 1 para o .NET Framework 3.5 através do Windows Update. A atualização instala em computadores que tiverem o navegador Firefox um plugin chamado "Windows Presentation Foundation". De acordo com engenheiros da própria Microsoft, o plugin faz com que tanto o navegador da Mozilla quanto o Internet Explorer fiquem vulneráveis a ataques.

Esse plugin explora uma falha na tecnologia chamada ClickOnce, que faz com que aplicativos .NET sejam baixados e executados dentro dos navegadores. Hackers e crackers podem, então, usar essa vulnerabilidade para direcionar o usuário para uma página com código malicioso, infectando o computador.

O conselho do grupo de engenheiros é o mesmo para ambos os navegadores: desative o plugin. No IE7, basta ir às preferências de segurança e desativar aplicações XAML. No Firefox, basta ir ao menu Ferramentas, escolher a opção complementos, ir à aba plugins e desativar o plugin Windows Presentation Foundation.

Para desinstalá-lo por completo, é necessário fazer certas modificações no registro do Windows. A Microsoft disponibilizou o procedimento neste link.

Para acessar a notícia diretamente da fonte, clique aqui.

Bem, até a próxima e não deixem de comentar!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ARTIGO: VINCULAR FOTOS NO MS ACCESS

por Luís Fernando da Silva Bittencourt

Estes dias estava em um fórum na web e notei a grande dificuldade dos usuários mais inexperientes quanto à vinculação de imagens no MS ACCESS. O recurso de vinculação de imagens serve para não sobrecarregar a base de dados com objetos OLE, pois neste aplicativo as imagens podem ser inseridas diretamente na base de dados, aceitando imagens no formato bmp. Entretanto, “o peso” gerado, dependendo da função da base de dados criada com o Access, logo esgotará a possibilidade de novos cadastros, haja vista existir uma limitação de 4Gb de registros.

Então, ao invés de se inserir uma foto no formato bmp diretamente na base de dados, fica muito mais lógico guardar apenas o caminho desta imagem, fazendo com que o nosso sistema busque a imagem respectiva e a apresente em um formulário de consulta ou relatório.

Para tanto, devemos inicialmente criar na respectiva tabela (objeto do MS Access responsável pela guarda das informações, sendo esta a base de dados pro…

Blogs sobre segurança em português

Hoje, visitando o blog do consultor de segurança da informação Sandro Süffert, achei de muito bom tom a relação que ele postou de blogs em lingua portuguesa que tratam sobre segurança da informação e resposta a incidentes/forense, ficando lisongeado pelo fato do Arquivos Máximus ter sido citado. Tendo em vista a facilidade que tal relação pode gerar à comunidade, concentrando num mesmo espaço ricas fontes de informação, abrangendo várias áreas do espectro criminalístico, vou reproduzir a referida relação, bem como deixar o link no menu lateral "Destaques do Blog", visando facilitar o acesso futuro. Segue a citada relação: Luis Bittencourt - http://arquivosmaximus.blogspot.com
Nelson Brito - http://fnstenv.blogspot.com CrkPortugal - http://www.crkportugal.net (Portugal) Marcelo Souza - http://marcelosouza.com PseudoRandom - http://blog.sapao.net Forense Coputacional - http://forcomp.blogspot.com Think Security First - http://wagnerelias.com Pedro Quintanilha - http://pedroquintanilha…

BUSCA ELETRÔNICA - 2

Durante minhas aulas de Busca Eletrônica para os alunos do Curso de Formação Profissional de Nível Superior de Inspetor / Escrivão de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul/RS, foi questionado em aula onde poderiam buscar mais informações sobre os OPERADORES DE BUSCA utilizados pelas ferramentas de pesquisa do GOOGLE, além dos passados em aula. Assim, visando aumentar os conhecimentos sobre o assunto, pode ser acessado aqui uma cartilha com maiores informações.