Pular para o conteúdo principal

EVIDÊNCIAS DIGITAIS: QUEM SOMOS E NOSSOS OBJETIVOS



A iniciativa EVIDÊNCIAS DIGITAIS é voltada a disseminação de conteúdos próprios ou de terceiros dedicados as melhores práticas para uma navegação segura. Queremos como isso reduzir os riscos, objetivando o uso prazeroso desta fantástica forma de interação humana. Assim, caso acredite ser válido esta nossa preocupação em reduzir os perigos que estamos submetidos por desconhecimento e, até mesmo, despreparo, peço a participação em nossa comunidade distribuindo nossos conteúdos, fazendo-os chegar ao maior número de pessoas. Acompanhe nossa página no Facebook(https://www.facebook.com/evidenciasdigitais/) e no Instagram (https://www.instagram.com/evidenciasdigitais) .

Cadastre-se em nossa comunidade

*requerido

O crescimento e a respectiva utilização da internet no Brasil e no mundo são fatos inegáveis. Muito mais que isso, passou a desempenhar fator de grande importância na vida das pessoas. O volume e dimensão das interações humanas, assumidas pelas pessoas no seu cotidiano, ultrapassou a barreira existente de ser um meio de prestação de serviços. A forma como as pessoas estão organizadas em redes de relacionamento, formando verdadeiras comunidades com focos e objetivos em comum, deixa claro que a grande rede de computadores assumiu a categoria de ser a extensão do mundo natural, acabando com a diferenciação entre virtual e real. No momento em que é possível fazer e pagar compras pelos meios digitais, praticamente da mesma maneira como no mundo físico, com custos reduzidos, algumas vezes obtendo vantagens maiores que se estivesse indo a uma loja em shopping ou em alguma zona comercial, como, por exemplo, maior prazo para troca ou desistência da compra, demonstra a crescente preferência pelo uso da internet.

Isto é apenas um exemplo de todas as possibilidades advindas do uso corrente e corriqueiro da web nas nossas vidas. Talvez o mais significativo seja a construção de grupos de pessoas, da mesma forma como ocorrem as comunidades. Estas, por si só alavancam o crescimento das pessoas, podendo ser pessoal, profissional ou intelectualmente falando. Nunca se teve tanta informação disponível e democraticamente distribuída como nos dias atuais, alcançando todas as classes sociais. Evidencia-se isso quando não se precisa mais de um computador para se estar conectado, basta um telefone celular ou um televisor inteligente ou um aparelho para jogar vídeo game ou, ainda, qualquer dispositivo com interface própria de comunicação com a internet.

As construções das comunidades digitais não podem deixar de ser vista como sendo de natureza humana, portanto trazendo consigo o melhor e o pior que tal natureza proporciona. Infelizmente, sempre surgem pessoas de má índole que se aproveitam de certas condições em proveito próprio. Exploram a boa fé das pessoas, trazendo para o mundo digital práticas e golpes utilizados a muito tempo para ludibriar e induzi-las a ações prejudiciais a sua segurança. Podemos citar os golpes do bilhete, golpe da loteria premiada, golpe da herança, entre muitas outras. Não podemos esquecer, no entanto, dos crimes contra a honra (calúnia, injúria, difamação), fraudes bancárias, fraudes no cartão de crédito, no comércio eletrônico, furto de identidade e uma série de outras ameaças que atentam contra as pessoas.

O ex-presidente Chinês Deng Xiaoping tem uma célebre frase utilizada para descrever o importante momento político em que transitava a China em decorrência da abertura de sua economia. Ao ser questionado, Deng asseverou: “quando você abre a janela, sempre entram umas moscas. E isso te aborrece. Mas, você pode achar um jeito de impedir que as moscas te façam mal. Não precisa fechar a janela”. Poderia estar falando facilmente do uso da internet na vida das pessoas.

O último relatório apresentado pelo CERT.BR, fez referência aos incidentes reportados no período de janeiro a dezembro do ano de 2017. Registrou-se um total de 883.775 incidentes no período analisado, destacando-se a comunicação de 59.319 fraudes. Empiricamente, podemos deduzir que muitas destas fraudes foram em decorrência do despreparo dos usuários em reconhecer que estavam sendo alvo de ameaças reais. Existem hoje em dia muitas ferramentas e sites especializados em ajudar a reconhecer, tais como o Monitor de Fraudes (http://fraudes.org/) e o Quatro Cantos (http://www.quatrocantos.com/) , entre outros que merecem destaque e serão abordados com maiores detalhes futuramente.

A iniciativa EVIDÊNCIAS DIGITAIS é voltada a disseminação de conteúdos próprios ou de terceiros dedicados as melhores práticas para uma navegação segura. Queremos como isso reduzir os riscos, propiciando o uso prazeroso desta fantástica forma de interação humana. Assim, caso acredite ser válido esta nossa preocupação em reduzir os perigos que estamos submetidos por desconhecimento e, até mesmo, despreparo, solicito a participação em nossa comunidade distribuindo nossos conteúdos, fazendo-os chegarem ao maior número de pessoas.

Eu sou Luís Bittencourt, especialista em cybercrimes e cybersecurit: prevenção e investigação de crimes digitais, formando em Análise e Desenvolvimento de sistemas, atuando a mais de dez (10) anos no treinamento de policiais e outros agentes públicos para o combate aos crimes praticados na internet. Agora, preciso de sua ajuda para distribuir estes assuntos ao maior número de pessoas possíveis. Acompanhe nossa página no Facebook(https://www.facebook.com/evidenciasdigitais/) e no Instagram(https://www.instagram.com/evidenciasdigitais).

Participe conosco: comente, divulgue, seja também uma ferramenta de transformação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ARTIGO: VINCULAR FOTOS NO MS ACCESS

por Luís Fernando da Silva Bittencourt

Estes dias estava em um fórum na web e notei a grande dificuldade dos usuários mais inexperientes quanto à vinculação de imagens no MS ACCESS. O recurso de vinculação de imagens serve para não sobrecarregar a base de dados com objetos OLE, pois neste aplicativo as imagens podem ser inseridas diretamente na base de dados, aceitando imagens no formato bmp. Entretanto, “o peso” gerado, dependendo da função da base de dados criada com o Access, logo esgotará a possibilidade de novos cadastros, haja vista existir uma limitação de 4Gb de registros.

Então, ao invés de se inserir uma foto no formato bmp diretamente na base de dados, fica muito mais lógico guardar apenas o caminho desta imagem, fazendo com que o nosso sistema busque a imagem respectiva e a apresente em um formulário de consulta ou relatório.

Para tanto, devemos inicialmente criar na respectiva tabela (objeto do MS Access responsável pela guarda das informações, sendo esta a base de dados pro…

Blogs sobre segurança em português

Hoje, visitando o blog do consultor de segurança da informação Sandro Süffert, achei de muito bom tom a relação que ele postou de blogs em lingua portuguesa que tratam sobre segurança da informação e resposta a incidentes/forense, ficando lisongeado pelo fato do Arquivos Máximus ter sido citado. Tendo em vista a facilidade que tal relação pode gerar à comunidade, concentrando num mesmo espaço ricas fontes de informação, abrangendo várias áreas do espectro criminalístico, vou reproduzir a referida relação, bem como deixar o link no menu lateral "Destaques do Blog", visando facilitar o acesso futuro. Segue a citada relação: Luis Bittencourt - http://arquivosmaximus.blogspot.com
Nelson Brito - http://fnstenv.blogspot.com CrkPortugal - http://www.crkportugal.net (Portugal) Marcelo Souza - http://marcelosouza.com PseudoRandom - http://blog.sapao.net Forense Coputacional - http://forcomp.blogspot.com Think Security First - http://wagnerelias.com Pedro Quintanilha - http://pedroquintanilha…

BUSCA ELETRÔNICA - 2

Durante minhas aulas de Busca Eletrônica para os alunos do Curso de Formação Profissional de Nível Superior de Inspetor / Escrivão de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul/RS, foi questionado em aula onde poderiam buscar mais informações sobre os OPERADORES DE BUSCA utilizados pelas ferramentas de pesquisa do GOOGLE, além dos passados em aula. Assim, visando aumentar os conhecimentos sobre o assunto, pode ser acessado aqui uma cartilha com maiores informações.