Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sempre dê preferência a sites com Certificados de Segurança.

O CERT.BR informou a corrência de 39.419 tentativas de fraudes o ano de 2019, representando 87% das notificações referentes a esta categoria.Sempre dê preferência a sites que apresentem Certificados de Segurança válidos e expedidos por unidades certificadoras.Na barra de navegação, os sites deste tipo iniciam os endereços por “https://”, aparecendo no lado esquerdo a imagem de um cadeado. Ao clicar no cadeado é possível visualizar os dados da unidade certificadora que garante a autenticidade do site visitado. Cuidado com os certificados “auto assinados”, pois não existe uma unidade certificadora por trás. Portanto, nenhum órgão garante sua confiabilidade.Também é possível um site iniciar por “https://”, pertencendo legitimamente a algum órgão ou instituição com o certificado expirado. Neste caso, procure se informar da legitimidade do serviço que você deseja.Tanto os “auto assinados” quanto os expirados são exibidos na respectiva barra de navegação com uma informação de advertência. I…

Notícia:Hackers roubam projeto de US$ 300 bilhões do Pentágono

Novamente uma notícia preocupante e que poderia representar um sério comprometimento com os sistemas de segurança existente. Até onde a realidade copia a arte e qual o limite com o perigo, pois parece nada ser seguro o bastante e qualquer tipo de informação pode vazar, não importando os investimentos em tecnologia. "no creo en las brujas, pero que ellas hay...hay!". Segue a notícia como foi publicada:

"Invasores levaram dados sobre construção do caça F-35 Lightning II
Notícia veiculada pela seção de tecnologia do Portal ClicRBS, em 21-04-2009.


Um grupo de hackers invadiu os sistemas de computação do Departamento de Defesa dos Estados Unidos e copiou informações sobre a construção do caça F-35 Lightning II, o mais caro projeto já conduzido pelo Pentágono. De acordo com o "Wall Street Journal", os piratas copiaram informações que, em teoria, poderiam ensinar militares de outros países a se defender do avião, também conhecido como Joint Strike Fighter, cujo projeto está orçado em US$ 300 bilhões (cerca de R$ 672 bilhões, pela cotação do dólar comercial do dia 20 de abril).
Ex-oficiais do governo norte-americano ouvidos pelo "Wall Street Journal" afirmam que os ataques aparentemente foram feitos a partir da China, embora não seja possível afirmar com precisão a identidade dos hackers. Também não é possível estimar, por enquanto, os danos ao projeto e o provável risco de segurança criado pelo roubo de informações.
Segundo o jornal, os invasores conseguiram baixar um grande volume de dados sobre o avião, mas as informações mais críticas não foram atingidas. Partes mais importantes do projeto são armazenadas em computadores que não estão ligados em rede, conforme o G1.
O F-35 Lightning II, construído por um consórcio liderado pela Lockheed Martin, é dotado de um software composto por mais de 7,5 milhões de linhas de código-fonte. O programa é três vezes mais complexo do que o utilizado em outros aviões de combate modernos."
Será que estamos realmente anônimos...será que estamos seguros na fortaleza de nossos lares? Talvez não devamos formular perguntas de cunho tão filosófico mas outras mais centradas no cotidiano, tais como: sabemos com quem nossos filhos se comunicam através do MSN? Conhecemos todos os "amigos" que adicionamos no orkut? ou ainda, temos informações expostas nos perfis do orkut que de alguma forma comprometa a minha segurança pessoal ou de minha familia? Sim, a segurança começa corrigindo o elo mais fraco de qualquer corrente!
Para ler o artigo no referido portal, clique aqui.
Até a próxima e comentem mais este post.

Comentários

Postagens mais visitadas