Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sempre dê preferência a sites com Certificados de Segurança.

O CERT.BR informou a corrência de 39.419 tentativas de fraudes o ano de 2019, representando 87% das notificações referentes a esta categoria.Sempre dê preferência a sites que apresentem Certificados de Segurança válidos e expedidos por unidades certificadoras.Na barra de navegação, os sites deste tipo iniciam os endereços por “https://”, aparecendo no lado esquerdo a imagem de um cadeado. Ao clicar no cadeado é possível visualizar os dados da unidade certificadora que garante a autenticidade do site visitado. Cuidado com os certificados “auto assinados”, pois não existe uma unidade certificadora por trás. Portanto, nenhum órgão garante sua confiabilidade.Também é possível um site iniciar por “https://”, pertencendo legitimamente a algum órgão ou instituição com o certificado expirado. Neste caso, procure se informar da legitimidade do serviço que você deseja.Tanto os “auto assinados” quanto os expirados são exibidos na respectiva barra de navegação com uma informação de advertência. I…

Notícia: China espiona mensagens do Skype



Matéria publicada pelo Portal G1 da Rede Globo

China espiona mensagens do Skype, dizem pesquisadores

Citizen Lab diz ter achado sistema que guardava mensagens sensíveis.

"A China vem monitorando e censurando mensagens enviadas pelo serviço de internet Skype, de acordo com pesquisadores.

Citizen Lab, um grupo de pesquisas ligado à niversidade de Toronto, no Canadá, disse que encontrou um banco de dados contendo milhares de palavras consideradas 'politicamente sensíveis' bloqueadas pelas autoridades chinesas.


O banco de dados, disponibilizado para o público, também mostra informações pessoais de assinantes do serviço.


A Skype, conhecida mundialmente por oferecer serviços de telefonia pela internet, disse que sempre foi aberta em relação ao escrutínio de dados por parceiros chineses, mas está preocupada com a violação da segurança do site."


Clique aqui para ler a notícia completa.


Achei interessante esta notícia pois mostra que quando há interesse econômico envolvido, as empresas não falam sobre a garantia dos direitos de seus clientes. Para entrar num nixo de mercado tão grande como é o chinês, a empresa responsável pelo Skippe não relutou em entregar, ou adaptar, a chave criptográfia usada pelo serviço. Leiam e tirem suas conclusões.

Até a próxima!

Comentários

Postagens mais visitadas