Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sempre dê preferência a sites com Certificados de Segurança.

O CERT.BR informou a corrência de 39.419 tentativas de fraudes o ano de 2019, representando 87% das notificações referentes a esta categoria.Sempre dê preferência a sites que apresentem Certificados de Segurança válidos e expedidos por unidades certificadoras.Na barra de navegação, os sites deste tipo iniciam os endereços por “https://”, aparecendo no lado esquerdo a imagem de um cadeado. Ao clicar no cadeado é possível visualizar os dados da unidade certificadora que garante a autenticidade do site visitado. Cuidado com os certificados “auto assinados”, pois não existe uma unidade certificadora por trás. Portanto, nenhum órgão garante sua confiabilidade.Também é possível um site iniciar por “https://”, pertencendo legitimamente a algum órgão ou instituição com o certificado expirado. Neste caso, procure se informar da legitimidade do serviço que você deseja.Tanto os “auto assinados” quanto os expirados são exibidos na respectiva barra de navegação com uma informação de advertência. I…

Gênio da informática é suspeito de roubar bancos

Matéria exibida no programa de tv aberta da Rede Globo Fantástico em 30-11-2008.

Achei interessante esta matéria e resolvi postá-la como exemplo. Quanto aos crimes mencionados não preciso comentar, mas quero salientar como talentos podem ser usados tanto para um lado quanto para o outro, sem querer entrar na polaridade do bem e o mal, pois se utilizar de um Hacker para se "invadir" um computador de um suspeito não parece correto, apesar de não conhecer o processo. Vejam a matéria e tirem suas conclusões:


"João Sperandio Neto é considerado um gênio do mundo virtual. Já ajudou a polícia de SP a prender um pedófilo: “Eu fiz um software que listava todas as imagens que estavam no computador da pessoa”, conta. Mas também usou este talento para cometer fraudes milionárias: “Dizem que eu sou um banco ambulante, um caixa eletrônico com pernas.” Pela internet, ele já conseguiu senhas e invadiu redes de informática de universidades e de bancos do Brasil e de países como Estados Unidos e da Inglaterra. Chegou a manter em um computador da Guatemala, sem que o dono soubesse, uma lista em código com nomes e senhas bancárias. “Todo sistema pode ser invadido, né?”, diz. Indiciado esta semana por furto qualificado e formação de quadrilha, João Sperandio Neto teve os computadores apreendidos e entregou à polícia um arquivo com dados que conseguiu ilegalmente. O rapaz responde ao processo em liberdade."

Até a próxima!

Comentários

Postagens mais visitadas